A proposta de se criar uma nova universidade, na então recém-inaugurada capital do país, previa um modelo inédito de ensino interdisciplinar voltado a pesquisa, cultura, inclusão e inovação. 

projeto da Universidade de Brasília incorporou o conceito urbanístico da cidade sem muros. Uma instituição sem fronteiras, na qual áreas do conhecimento, institutos e faculdades estivessem em constante diálogo. Incontáveis mãos, mentes e corações trabalharam para concretizar o sonho de Darcy Ribeiro, a concepção pedagógica de Anísio Teixeira e os traços de Oscar Niemeyer. 

 

Da inauguração – em 21 de abril de 1962 – até os dias de hoje, a UnB revela pioneirismo e desejo de mudança. Seja na resistência de alunos, professores e técnicos às invasões militares da ditadura; na primeira eleição para reitor; na criação de um sistema próprio para ingresso seriado; ou na adoção inédita de cotas para negros e índios.

 

Aproveite para conhecer um pouco da história da Universidade na exposição fotográfica UnB 55 anos – Ciência e Ousadia, em cartaz nas colunas do Instituto Central de Ciências (ICC). A mostra faz parte das atividades comemorativas pelo aniversário da instituição e está prevista para ser exibida até o final do ano. São 55 anos de ciência, ousadia e transformação. E, a partir de agora, você também faz parte desse legado. Salvar